Conferência “Vegetação Como Obrigatório Material de Construção”

Organização: Associação Coberturas Verdes

Data: 22 de novembro

Horário: 16h00 – 16h30

Local: Auditório Creative Talks 

Não necessita de inscrição.

Associação Nacional de Coberturas Verdes

A ANCV (Associação Nacional de Coberturas Verdes) é uma Associação da Sociedade Civil, sem fins lucrativos, que tem como objetivo a promoção das infraestruturas verdes nas cidades, principalmente aquelas que se podem instalar em edifícios (novos ou pré-existentes) como são as coberturas verdes, evidenciando a sua enorme importância, e os inúmeros contributos que podem dar para que seja possível criar territórios urbanos saudáveis, sustentáveis, bio diversos e resilientes.

É designada cobertura verde (ou cobertura ajardinada ou cobertura viva) todo o tipo de instalação de vegetação sobre uma estrutura construída, independentemente do tipo de construção ou do tipo de vegetação. Apenas se excluem as paredes verdes construídas com trepadeiras ou sistemas de jardins verticais. Tipicamente são executadas recorrendo a um sistema com diversos materiais dispostos em camadas, que devem assegurar o bom desenvolvimento da vegetação, respeitando e promovendo a integridade física da estrutura construída. As coberturas verdes apresentam diversas vantagens a diferentes níveis. Algumas das principais são:

– Capacidade de retenção de água da chuva, minorando problemas de cheias e inundações em picos de precipitação
– Melhoramento do microclima e consequente redução do efeito de ilha de calor;
– Promovem a melhoria da qualidade do ar, através da captação de CO2, produção de oxigénio, bem como através da retenção de poeiras e partículas em suspensão no ar;
– Diminuição do ruído;
– Promoção da biodiversidade;
– Redução de custos energéticos pelo isolamento térmico que conferem aos edifícios;
– Redução dos custos de manutenção dos edifícios através da proteção da impermeabilização e redução dos custos energéticos;
– Aumento do espaço útil na cidade;
– Valorização imobiliária;
– Possibilidade de produção de alimentos locais frescos.

NEWSLETTER